Exposição Como Arrumar Flores num Jarro, de Maíse Couto, na Galeria de Arte Nello Nuno


“Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade da vida. É como arrumar flores num jarro: uma sabedoria quase inútil” é o enxerto do poema A Vida Oblíqua, da escritora Clarice Lispector, que dá nome à exposição Como Arrumar Flores num Jarro da belo-horizontina Maíse Couto. As obras estão abertas para a visitação gratuita do dia 11 de agosto até o dia 3 setembro na Galeria de Arte Nello Nuno da Fundação de Arte Ouro Preto | FAOP.

Realizadas durante uma imersão artística durante o ano de 2016, a primeira mostra individual da artista reúne obras que flertam com o espírito literário da escritora Clarice Lispector, mas tomam formas inusitadas a partir da organização plástica e visceral de Maíse.

Segundo a artista, o texto de Lispector apresentou à ela uma tentativa de ordenação ao que é sutil, intuitivo e orgânico às pessoas. O contato com sensações e memórias, sejam por palavras, pinturas, desenhos, sons ou gestos, é algo íntimo e subjetivo. Essa situação permite que sentimentos aflorem dos rincões mais profundos de nossa alma, de forma incontrolável, similar ao perfume exalado pelas flores que dominam os ambientes. 

O processo criativo da artista se dá a partir do problema da tela em branco e no decorrente jogo de seleção e deleção instaurado na busca de equilíbrio plástico de elementos que atravessam as fronteiras entre a figuração e a abstração. Quando a tela branca ganha formas abstratas, Maíse resolve colocar a menina, inspirada na própria filha, que revelam traços de lembranças e frutos de sua imaginação de forma inconsciente. 

Sobre a artista

Maíse Couto vive e trabalha em Belo Horizonte | MG. É graduada em Artes Plásticas com habilitação em desenho e pintura pela Escola Guignard da Universidade do Estado de Minas Gerais | UEMG, com pós-graduação em Desenvolvimento e Gestão Cultural. 

A professora Leonora Weissmann foi responsável por apresentar o mundo da pintura à artista em 2014, que passou nos anos seguintes a estudar com a pintora Fátima Pena e com Cristina Canale, em seu atelier, em Berlim, na Alemanha.

Atualmente, Maíse frequenta o atelier de pintura e processos do artista Alan Fontes e desenvolve pesquisa em pintura e desenho, se apropriando de cores e formas, além de propor composições que reformulem os planos espaciais tradicionais. 

Essa exposição é patrocinada pela Cemig por meio da Lei Estadual de Incentivo a Cultura.

Serviço

Exposição: Como Arrumar Flores num Jarro | Maíse Couto

Abertura: 11 de agosto, às 17h

Público: Comunidade e Turistas - Entrada Franca

Visitação: 11 de agosto a 3 de setembro

 segunda a sexta-feira, das 9h às 18h | sábados, domingos e feriados de 13h às 18h

Local: Galeria de Arte Nello Nuno | Rua Getúlio Vargas, 185, Rosário, Ouro Preto | MG



28/07/2017